[Resenha] Sob o Manto da Morte – Romário Silva

Título: Sob o Manto da Morte
Autor: Romário Silva
Editora: Multifoco
Ano de publicação: 2013
Número de páginas: 150
ISBN: 9788582731444

 .

SOB_O_MANTO_DA_MORTE_1376943454P

.

Sinopse:

Vivian, uma adolescente de 17 anos de idade, tinha acabado de alcançar uma das maiores conquistas que um aluno recém-formado no ensino médio poderia desejar, entrar no curso superior de Jornalismo de uma das melhores universidades do país.

O ano de entrada na faculdade estava sendo o melhor de sua vida, simplesmente tudo corria perfeitamente. Ela tinha pais que a amavam, um namorado atencioso e amigos verdadeiros, o que mais uma adolescente poderia querer? Vivian também pensava assim, sua vida era perfeita do jeitinho que estava e nada poderia tirar isso dela, pelo menos assim ela queria acreditar até que, em uma terça-feira chuvosa, o impensável acontece, Vivian é atropelada por um carro em alta velocidade enquanto tentava atravessar a rua. Quando ela desperta no hospital, já na ensolarada manhã de quarta-feira, a primeira coisa que vê é a imagem desoladora do desespero de seus pais. Para acalmá-los, Vivian tenta mostrar a eles como se recuperou bem do acidente, mas por algum motivo estranho nada do que ela falasse ou fizesse era capaz de chamar a atenção de seus pais.
Ela já não entendia mais nada do que estava acontecendo, quando o médico chega para examinar seu corpo e Vivian finalmente é capaz de compreender a delicada situação em que tinha se medido, sua alma se encontrava fora do corpo e agora ela era um espírito vagante que não podia ser visto e nem tocado por nenhum ser vivo. E como se isso não fosse o bastante, a morte personificada em forma de ceifeiro estava a sua espera logo atrás da porta de seu quarto.

Agora Vivian terá de enfrentar aventuras perigosas que vão muito além de sua imaginação e perceberá que no mundo da morte dos ceifeiros nem tudo é como parece ser. Será que é realmente possível que um humano retorne a vida depois de sua alma abandonar o corpo? Será que ainda existe alguma chance de Vivian recuperar tudo que lhe foi tirado pelo acidente? E se for possível, como ela, uma simples humana, poderá desafiar a própria morte e despertar do sono profundo em que seu corpo se encontra?

Esta resenha faz parte da Maratona Carnavalesca #UnidosPelaLeitura.
Clique aqui para saber mais.

.

Sob o Manto da Morte é o livro de estreia do cearense Romário Silva. Tive acesso a essa leitura através do Book Tour promovido pelo blog Cápsula de Banca, da Neyara Furtado. Quando o livro chegou aqui em casa, logo me deu vontade de o ler porque achei a capa muito legal e me deu uma grande curiosidade.

Não vou me estender a comentários sobre os acontecimentos da história porque acho que a sinopse contempla bem isso, vou passar, então, direto para a minha opinião sobre enredo, personagens e a obra em geral.

Confesso a vocês que não havia lido a sinopse antes de abrir o livro e qual não foi o meu espanto quando descobri que a protagonista, Vivian, após o atropelamento narrado no início da história, era um espírito. Na hora pensei: “Ah, não…”. Sim, fiquei com muito medo de ser uma história totalmente piegas ou uma cópia da obra Se eu ficar. Aí que a história de Romário Silva não é nada disso (ainda bem!)!  Vivian, quando se vê fora do corpo, tenta retornar, mas este a repele. Após ela ficar completamente angustiada por causa disso que ela conhece Kaleb, um ceifeiro. Essa é a parte mais interessante da obra, no meu ponto de vista, o autor cria uma espécie de mundo dos ceifeiros onde cada um é responsável por um tipo de morte, ou seja, para alguém que morre por assassinato, existe um ceifeiro, para alguém que morre por acidente, existe outro ceifeiro e assim por diante.

Vivian luta para voltar ao seu corpo, pois existe essa chance, segundo o que lhe disse Kaleb. No entanto, um acontecimento inesperado faz a protagonista repensar essa situação: Kaleb apaixona-se por Vivian e ela por ele.

O rumo que a história tomou a partir disso foi bastante surpreendente, mas confesso que não gostei muito dessa “paixonite aguda” entre os personagens. Digo o motivo: acho que gostaria de saber mais sobre os ceifeiros, de conhecer mais os outros personagens, do que ficar pensando se eles iriam ou não ficar juntos no final. Esse, a meu ver, foi o ponto negativo: a trama poderia ter sido mais desenvolvida, mais detalhada. De qualquer forma, a história é bem inusitada, os personagens são fortes e bem interessantes. Só a forma como eles foram conduzidos que deveria ter sido mais explorada.

Lamentei bastante pelas falhas de revisão que deixaram passar diversos erros de ortografia. A linguagem alterna-se, em alguns momentos, entre formal e coloquial, porém, não vejo isso como um problema já que o narrador da história, na maioria dos capítulos, é a protagonista, Vivian.

Sob o Manto da Morte: enredo surpreendente, linguagem fluida, personagens interessantes, ritmo eletrizante… Recomendo a leitura!

.

.

assinatura ana karina

Comentários

Adicionar a favoritos link permanente.

11 Comments

  1. Nossa, que capa obscura.
    Confesso que não faz muito o meu gênero, mas você falou com tanto gosto que eu fiquei curiosa.
    Quem sabe um dia eu tente, né?

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

  2. Oi Ana!
    Não conhecia o livro e só pela sinopse ele já me chamou super a atenção! A história parece ser bem interessante. Quando vc começou a comentar sobre ele também achei que fosse algo meio Se Eu Ficar (que não foi uma história que me agradou), mas que bom que são tramas bem diferentes.
    Já anotei o nome pra colocar na minha lista de quero ler.
    Beijos
    Coisas de Meninas

  3. Oooi,

    Eu tbm lembrei de Se Eu Ficar e fico feliz que não tenha nada a ver hahahaha.
    Eu gostei de saber dessa categoria que o autor criou para os Ceifeiros e achei muito interessante que eles tenham se apaixonado. Fiquei bem curiosa!!

    A unica coisa ruim é a revisão né? poxa o que custa prestar um pouco de atenção isso tira todo o brilho da obra 🙁

    Beijinhos,
    http://www.entrechocolatesemusicas.com

  4. Nossa Ana

    O livro apesar de ter poucas páginas, é bem intenso.
    Eu acho fascinante essa temática de quando a alma abandona o corpo pra viver um novo tipo de desafio.
    Adorei a resenha.

    Beijos

  5. Oi Ana, tudo bem?
    Não conhecia o livro e achei super legal você partir para a leitura sem dar uma olhada na sinopse (sou dessas!). Confesso que fiquei com medo – assim como você – de o livro ser parecido com Se eu Ficar, mas pude perceber que o autor aborda outro ‘lado’ dessa temática. Uma pena que o foco tenha ficado mais na paixonite e que nem tudo tenha se desenvolvido como o esperado; também iria gostar de saber mais sobre ceifeiros. E sobre os erros de ortografia/gramaticais: isso é tão triste 🙁

    Beijos
    http://www.procurei-em-sonhos.com

  6. Não conhecia o livro, mas não senti vontade de ler…
    mas a resenha está boa, parabéns.

  7. Oi amiga linda =)

    Eu gostei do livro quando li, achei uma temática bem diferente e gostei dele. Também achei os errinhos e_e Queria saber mais sobre os ceifeiros, mas não aconteceu muito, afinal o foco era a Vivian. Parabéns pela resenha <3

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

  8. Olá! Tudo bom?

    Adorei sua resenha, mas infelizmente não me interessei pelo livro. Acho que foi a capa que me desanimou… Mas como não li, não posso afirmar que não gostarei, certo? Quem sabe eu dê uma chance! Haha.

    Beijos,
    http://www.falandoemlivros.com

  9. De cara a capa me chamou atenção hahahaha
    Fiquei bem curiosa com o livro, gosto de histórias surpreendentes!
    Já anotei aqui e espero poder ler em breve, já que esse ano pretendo ler mais livros nacionais!
    Beijossss,

    http://www.thousandlivestolive.com/

  10. Oie, tudo bom?
    Nossa, a premissa desse livro é bem diferente e curiosa. Acho que eu também iria querer saber mais sobre os ceifeiros do que ficar apenas focado no romance.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

  11. Oie Ana! 😀
    Gosto deler Livros que tem romance e sobrenatural! Na verdade eu leio muitos Livros que tem esse padrão e costumo gostar !
    Mas ainda não li nada que fala sobre ceifadores, fiquei interessada apesar de ter alguns contras!

    Beijos e até logo!
    Ass: Amanda Mello!

Comente! Sua opinião é muito importante para nós.